Você já falou “Eu te amo” para alguém hoje?

amor

De repente, na correria do dia a dia, sem querer, nos deixamos levar pelas loucura do tudo que tem para ser feito e não pode esperar.

Ainda mais hoje, segunda feira, dia internacional do “hoje eu começo”, a gente acaba esquecendo que do nosso lado existem pessoas importantes e esse texto será dedicado a todas elas.

Muitas vezes, achamos que temos o direito ou a liberdade de falar o que pensamentos abertamente para as pessoas que são do nosso convívio mais intimo, ou das pessoas que são da nossa família.

Mas esquecemos que a liberdade vai até a página dois, pois não é porque convivemos com essas pessoas que temos o direito absoluto de falar, (sem pensar, na grande maioria das vezes) o que nos vem a cabeça.

Quantas vezes, por intimidade nos pegamos falando coisas que não gostaríamos de ouvir, como por exemplo:

  • Nossa, você tá comendo demais, daqui a pouco não vai mais caber em roupa alguma;
  • Seu cabelo ficou horroroso, vai dar um jeito nisso;
  • Nossa, eu ainda não sei como é que eu fui me casar com você que é um traste, devia ter te deixado lá atrás;
  • Sua mãe é uma chata / Seu pai é um chato;
  • Sua família parece um encosto;
  • Não acredito que você vai votar nesse candidato, acho que você deve ter alguma outra coisa no lugar do cérebro;
  • Você ainda está namorando aquela tranqueira? – Nasceu para ser sofredor mesmo…
  • E pense na frase que quiser…

Mas esquecemos que por trás da suposta intimidade que temos, existe antes uma relação de confiança e que merece sim respeito e equilíbrio.

Sim: Toda relação tem que ter um equilíbrio entre o dar e o receber e ofensas geram sim um desequilíbrio, distanciamento, mágoa e silêncio.

Então, quando nos vemos diante de situações difíceis, pensamentos que poderíamos ter feito diferente.

Poderíamos ter sido mais gentis, educados, amáveis e respeitosos.

Mas…

Neste caso, te convido a trocar o devemos, e trazemos a responsabilidade para o tempo presente.

Esquecemos que tudo nessa vida é balizado pelo tempo e que um dia, pode ser tarde demais para dizer para aquela pessoa, que o jeito de tratar ela, dizia respeito a forma que você se importava, mas a intimidade deixou tudo um pouco sem limites.

Então hoje, te convido a dizer para as pessoas que realmente são importantes em sua vida, o quanto elas tem valor, o quanto elas lhe são importantes e caras.

O quanto você realmente ama cada uma delas, a sua maneira, mas ama.

Hoje, eu te convido a transbordar amor, daqueles que dificilmente oferecemos gratuitamente. Daquele amor que a gente só se dá conta, quando perde ou já perdeu.

Então, antes que seja tarde, diga: Eu te amo.

Tenho certeza que seu coração e o das pessoas que receberem esse carinho ficarão quentinhos, felizes e emocionados.

Experimente!

Diga eu te amo hoje!!!!!

Marilice Everton Zanato
Psicóloga – CRP. 06/80972
Fone: (11)-9-6989-0331
marilice@mezpsicologia.com.br
www.mezpsicologia.com.br

CONSULTÓRIO – ZONA NORTE:
Rua: Ana Benvinda de Andrade, 51 – Alto de Santana – São Paulo / SP
Referência: Travessa da Voluntários da Pátria – Altura do 3000 / Rua da Loja TNG
Metrô mais próximo Santana.

CONSULTÓRIO – ZONA SUL:
Rua: Bartolomeu de Gusmão, 177 – Vila Mariana – São Paulo / SP
Referência: Próximo aos Metrôs Ana Rosa e Vila Mariana.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s