Quando você sabe que é a hora de parar?

TempoDe repente a vida te manda um sinal.

Mas no meio da correria, do dia a dia e das milhares de coisas que precisam ser entregues e realizadas, deixamos passar o que pode ter sido uma voz da vida falando: “Vá devagar” ou “Está na hora de parar, não está?”.

Você diz a si mesmo: “Até parece que eu posso me dar ao luxo de me dar uma folga, porque se eu não fizer as coisas, ninguém vai fazer”.

E assim vão se passando os dias, até que chega uma hora que as coisas ficam absurdamente impossíveis de resolver.

  • O carro quebra;
  • O resfriadinho vira uma gripe;
  • O cheque que tinham que depositar mês passado não caiu e você entra no cheque especial;
  • O seu chefe te pede um trabalho que você não tem nada a ver com a história, porque o seu colega de trabalho faltou;
  • Nasceu três espinhas na ponta do seu nariz (porque eu estou falando de drama!);
  • Teu namorado te pede um tempo e te bloqueia em todas as mídias sociais;
  • O que mais você achar que pode ser incluído na lista…

Nessa hora você fica irritado, chateado, querendo matar um que passar na sua frente.

Mas, a responsabilidade pelo que está acontecendo é boa parte sua.

E sabe por que? – Você não entendeu os sinais, que nem eram do universo, ou algo mágico, eram os sinais racionais e lógicos, mas que você deixou de lado ou não quis ver.

  • Aquele barulhinho quando você pisava no freio não era efeito sonoro do freio, era ele avisando que estava para acabar;
  • A dor nas costas, a coriza, a tosse, você achou que dava para curar com suco de limão;
  • Você foi gastando o dinheiro e esqueceu de conferir o extrato para ver se estava tudo em ordem;
  • O seu colega jã não está nem ai para o trabalho faz tempo e você sabia que ele ia sair para fazer uma entrevista de emprego;
  • No estresse do dia a dia, você comeu todos os brigadeiros que tinha direito justo na semana que estava para menstruar;
  • Ele já estava pedindo um espaço e demorando eternidades para lhe mandar mensagens e estar presente;
  • O que mais você achar que pode ser incluído na lista…

Neste caso, você esqueceu de olhar para si mesmo e perceber que as respostas, estão todas ao seu redor.

Mas faltou tempo, faltou tanto, faltou interesse da sua parte em se responsabilizar por algo que só você pode fazer que é cuidar de si mesmo e cuidar da sua vida.

Ninguém vai fazer isso por você, por mais especial e querido que você seja no mundo inteiro.

Cada ser humano é responsável por si mesmo, independente do que aconteça.

Algumas pessoas precisam de atenções diferenciadas e cuidados por conta de condições de saúde ou necessidades que tenham, mas mesmo assim, elas também respondem por seus atos, tendo ou não consciência disso.

Então, entenda seus limites, respeito seus tempos, suas vontades, seus horários, os sinais lógicos ou intuitivos, mas tente se conectar um pouco mais a você mesmo e a sua vida.

Lembre-se: Você estando aqui ou não, o mundo continuará a girar, então, cuide de sua vida, faça o melhor por você e o mundo com certeza poderá ser um mundo bem melhor.

Marilice Everton Zanato
Psicóloga – CRP. 06/80972
Fone: (11)-9-6989-0331
marilice@mezpsicologia.com.br
http://www.mezpsicologia.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s